BLOG
Repasse de franquias

Repasse de franquias: tudo o que você precisa saber

O franchise é repleto de oportunidades de negócios, mas também pode ser complexo e desafiador. Uma das decisões críticas que os franqueados enfrentam ao longo de suas jornadas é o momento de passar a franquia para um novo proprietário, o que é conhecido como repasse de franquias.

O repasse de franquias pode acontecer por inúmeras razões e no post de hoje, vamos explorar todos os aspectos dessa decisão, desde o que isso implica até como fazê-lo com sucesso. Se você é um franqueado, franqueador ou alguém que simplesmente busca entender melhor como funciona o repasse de franquias, continue a leitura!

O que é repasse de franquias?

Para entender o repasse de franquias, é fundamental compreender o conceito das franquias em si. Uma franquia é um modelo de negócios em que uma pessoa, chamada franqueador, concede a outra, chamada franqueado, o direito de operar uma unidade de negócios com base em seu sistema, marca e suporte. Em troca, o franqueado paga taxas e royalties ao franqueador.

Agora, imagine que um franqueado atual, por várias razões, deseja vender sua franquia para outra pessoa. Isso é essencialmente o que chamamos de repasse de franquias. O franqueado atual transfere o controle da unidade de negócios para um novo proprietário, que assume as operações e obrigações associadas.

Existem várias razões pelas quais os franqueados optam por repassar suas franquias. Algumas das principais razões incluem:

  • Circunstâncias pessoais: o franqueado pode enfrentar mudanças em sua vida pessoal, como mudança de localização, problemas de saúde ou compromissos familiares que o impeçam de continuar gerenciando a franquia;
  • Sucesso ou insucesso nos negócios: em alguns casos, o franqueado pode ter obtido sucesso considerável e deseja capitalizar seus ganhos vendendo a franquia. Por outro lado, o insucesso nos negócios também pode levar a um repasse quando o franqueado não consegue manter a operação financeiramente;
  • Interesses diversificados: os interesses do franqueado podem ter evoluído para outros setores de negócios ou empreendimentos, tornando a gestão da franquia menos atrativa;
  • Aposentadoria: muitos franqueados optam por repassar suas franquias como parte de seu plano de aposentadoria, permitindo-lhes aproveitar o valor de seus ativos;
  • Foco em outras oportunidades: o franqueado pode ter identificado oportunidades mais promissoras de negócios e deseja liberar recursos vendendo sua franquia.

Independente do motivo por trás do repasse de franquias, é importante contar com ajuda especializada. Então se você é franqueado e deseja passar por esse processo, entre em contato com a equipe da Goakira Invest:


Como fazer o repasse da minha franquia?

Agora que você compreende por que o repasse de franquias ocorre, vamos analisar os elementos-chave envolvidos nesse processo.

A primeira etapa essencial é obter o consentimento do franqueador. Nem todos os contratos de franquia permitem o repasse, e alguns franqueadores podem ter diretrizes rigorosas para a aprovação de novos proprietários e a seleção de franqueados. Portanto, é fundamental verificar o contrato de franquia e iniciar o processo de solicitação junto ao franqueador.

Determinar o valor justo da franquia é outra etapa crítica no processo de repasse. Isso envolve a avaliação de ativos, receitas, despesas e outros fatores que influenciam o valor do negócio. Uma avaliação precisa ajuda a estabelecer um preço justo e atrativo para os potenciais compradores. Para fazer isso de forma inteligente, é preciso realizar um valuation.

Depois de descobrir quanto vale a sua franquia, encontrar o comprador certo é fundamental para o sucesso do repasse. Isso pode envolver a divulgação da franquia em sites de negócios, redes de franquias ou por meio de consultores de franquias. É importante selecionar um comprador que esteja genuinamente interessado e possua os recursos e habilidades necessários para administrar a franquia com sucesso.

Neste processo, tanto o vendedor quanto o comprador devem realizar a devida diligência para garantir que o negócio seja transparente e que não haja surpresas desagradáveis. Isso pode incluir revisão de contratos, finanças, registros de vendas e outros documentos relacionados à franquia.

Uma vez que todas as partes concordem com os termos da venda, o contrato de franquia existente precisa ser transferido para o novo proprietário. Isso geralmente envolve negociações com o franqueador para garantir que ele aprove o novo franqueado e concorde com as condições da transferência. O vendedor deve garantir uma transição suave para o novo franqueado, o que pode envolver treinamento corporativo e orientação sobre a operação do negócio. Isso ajuda a manter a continuidade e a qualidade do serviço ao cliente.

Como funciona o repasse de franquias?

O repasse de franquias é um método utilizado para vender uma franquia já existente para um novo franqueado. Esse processo pode variar dependendo das políticas do franqueador e das leis que regem as transações comerciais, mas, geralmente, segue os seguintes passos:

  1. Notificação ao franqueador: O franqueado que deseja repassar sua franquia deve notificar o franqueador sobre sua intenção de vender a unidade. O franqueador pode ter diretrizes específicas sobre como isso deve ser feito e quais informações são necessárias.

  2. Avaliação da franquia: O franqueador pode realizar uma avaliação da franquia para determinar seu valor de mercado, analisando finanças, desempenho operacional, localização e outros fatores relevantes.

  3. Busca por compradores: O franqueado pode procurar compradores por conta própria ou colaborar com o franqueador para encontrar interessados na aquisição da franquia.

  4. Negociação: O franqueado e o potencial comprador negociam os termos da venda, incluindo preço, condições de pagamento, transferência de ativos e obrigações contratuais.

  5. Aprovação do franqueador: O franqueador geralmente tem o direito de aprovar ou rejeitar o novo franqueado. Isso pode envolver uma análise do histórico, finanças e qualificações do comprador.

  6. Transferência de contratos e ativos: Com a aprovação do franqueador e os termos da venda acordados, os contratos de franquia e outros documentos relevantes são transferidos para o novo proprietário. Isso pode incluir a transferência de ativos físicos, como equipamentos e estoque.

  7. Treinamento do novo franqueado: O novo franqueado pode receber treinamento do franqueador ou do franqueado anterior para garantir uma transição suave na operação da franquia.

  8. Pagamento e encerramento do vínculo: O pagamento é realizado conforme os termos acordados, e o franqueado anterior encerra oficialmente sua associação com a franquia após a conclusão da transação.

Cada franqueador pode ter procedimentos específicos para o repasse de uma franquia. É essencial que tanto o franqueado anterior quanto o novo sigam esses procedimentos e cumpram todas as obrigações contratuais e legais durante a transferência.

Vantagens e desafios do repasse de franquias

Repasse de franquias

O repasse de franquias oferece várias vantagens para ambas as partes envolvidas, mas também apresenta desafios únicos.

Para o franqueado atual que está repassando, as vantagens são:

  • Retorno financeiro: o vendedor pode obter um retorno financeiro pelo valor da franquia;
  • Liberdade: permite ao vendedor liberar-se de obrigações e compromissos relacionados à franquia;
  • Oportunidade de investimento: o vendedor pode investir em outras oportunidades de negócios ou aposentadoria.

Já o comprador que será o novo franqueado, obterá os seguintes benefícios:

  • Negócio estabelecido: o novo franqueado herda um negócio estabelecido com histórico de receitas, operações e clientes;
  • Suporte: o comprador continua recebendo o suporte e os recursos do franqueador;
  • Oportunidade de crescimento: pode ser uma oportunidade de negócio emocionante para o comprador expandir seu portfólio e fazer um negócio já consolidado alcançar novos patamares.

Aliás, se você é um empreendedor em busca de repasse de franquias para contar com as vantagens acima, nós separamos 3 opções para você:

  1. Instituto Gourmet: oportunidade de investir em um modelo de negócios inovador, com baixa concorrência, alto potencial de lucro e segurança comprovada na área da educação gastronômica.
  2. Franquia de estética no Rio de Janeiro: oportunidade de repasse de franquia de estética com ótimo histórico de clientes e faturamento médio mensal de R$ 250 mil.
  3. Clínica de estética em São Paulo: oportunidade para ter uma clínica de estética já implantada e faturando para quem quer sair na frente do concorrido mercado de beleza de São Paulo.

Mas antes de escolher fazer o repasse de franquias ou adquirir uma franquia em processo de repasse é importante saber que isso envolve questões legais complexas, incluindo a aprovação do franqueador e a transferência de contratos. Além disso, alguns vendedores podem superestimar o preço.

Por isso, é aconselhável buscar orientação de especialistas em franquias e consultar os termos do contrato antes embarcar nessa missão. Com planejamento adequado e suporte profissional, o repasse de franquias pode ser uma transição suave e bem-sucedida para todas as partes envolvidas.

Se você ficou interessado e quer saber mais sobre repasse de franquias, fale com um dos especialistas da Goakira Invest. Aqui trazemos toda a nossa expertise para o desenvolvimento de um portal seguro, completo e pronto para oferecer a melhor plataforma de relacionamento entre aqueles que desejam encontrar um negócio para investir e aqueles que têm um negócio para oferece: