BLOG
seleção de franqueados da solário

Seleção de franqueados: qual o perfil para empreender com uma rede de franquias?

A seleção de franqueados é tido como um momento muito importante dentro do negócio e pode assegurar a qualidade de empreendedores dentro da sua franquia, até mesmo como forma de agregar valor à sua marca. Com o franchising crescendo, só em 2022 esse setor teve faturamento de mais de R$ 211 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor vem se tornando uma grande oportunidade e aposta de muitos brasileiros que querem abrir o seu próprio negócio.

Avaliar o perfil do candidato é a primeira etapa desse processo que busca por empreendedores que tenham a mesma sinergia com a sua empresa, ou seja, a ideia é selecionar aqueles que possam ajudar a marca a crescer, já que o sucesso de cada operação se torna um atrativo para a rede de franquia como um todo.

Ainda segundo a ABF, a taxa de mortalidade de unidades de franquia é de apenas 1% no país, o que mostra que as franqueadoras estão sabendo escolher seus franqueados, e também os franqueados estão desenvolvendo bem o seu papel dentro das unidades.

Mas como saber se esse candidato a franqueado tem o perfil do que seu negócio precisa? A Solário Piscinas – rede com mais de 30 anos no mercado de piscina de fibra – acredita que nem todos estão aptos a empreender com uma rede de franquia, já que é primordial ter comprometimento, seguir os padrões impostos pela franqueadora, e ter o perfil que a empresa busca.

“Não basta ter apenas o dinheiro para investir no negócio. Caso a pessoa não tenha as características necessárias com aquele segmento o negócio pode não dar certo. Daí a necessidade de a franqueadora avaliar muito bem antes de fechar qualquer acordo. É um trabalho que exige dedicação, seriedade e muita avaliação para traçar o perfil do investidor”, avalia Felipe Pirassolo Martinez, diretor executivo da Solário.



O que avaliar na seleção de franqueados?

Algumas redes de franquias disponibilizam um questionário assim que o franqueado entra em contato com a marca se mostrando interessado pelo negócio como se fosse um checklist da avaliação do candidato. Esse questionário já é possível ter um norte do perfil daquele candidato.

Cada rede de franquia cria o seu próprio perfil de empreendedor ideal e seu processo de seleção de franqueados. No caso da Solário, por exemplo, Felipe pontua que algumas características são essenciais para abrir uma unidade, como ter liderança; espírito empreendedor; consiga trabalhar em equipe, e esteja disposto a tomar a frente do seu próprio negócio.

“Uma das principais características desse meio é a padronização, ou seja, isso já impõe algumas limitações no negócio e que precisam ser seguidos conforme a orientação da franqueadora. Claro, que pode haver algumas flexibilidades no decorrer da gestão. Mas em sua grande maioria a padronização é primordial e pode garantir até mesmo o sucesso do empreendimento”, garante Martinez.

O diretor executivo da Solário enfatiza que o candidato a franqueado não deve gostar apenas do que a franquia produz, mas é essencial gostar da operação.

Passo a passo do processo seletivo

seleção de franqueados da solário

Martinez conta o passo a passo do processo seletivo de seleção de franqueados que a Solário Piscinas utiliza antes de fechar um acordo com um candidato. Conheça:

  • Preenchimento do relatório: o primeiro contato com o candidato interessado pelo negócio ocorre pelo preenchimento de um formulário no site da marca. Mas também é possível contato por telefone. Em seguida, a equipe de expansão entrará em contato com o interessado para encaminhar o material de apresentação da franquia, e também encaminhar um relatório de qualificação para conhecer o candidato.
  • Apresentando a franquia: no segundo momento a Solário chama o candidato para uma reunião de apresentação e entrevista. Nesse encontro, que pode ocorrer de forma virtual e presencial, o intuito é apresentar a franquia de forma informativa e processual; falar sobre os valores de investimento. São cerca de 3 horas de conversa inicial. Nesse encontro a franqueadora já consegue avaliar o perfil do investidor, e também entrega a COF (Circular de Oferta da Franquia) para que a pessoa conheça como funcionam todas as condições gerais do negócio.
  • Test drive: esse é um processo que possibilita o candidato ter um ou dois dias de experiência dentro de uma unidade franqueada. É nessa etapa que ele consegue ter uma melhor visão se aquele empreendimento tem o que ele procura. Ele conhece todas as áreas do negócio, desde a operação, setor de vendas, e acompanha a instalação das piscinas. Também é possível conversar com franqueados para entender e verificar a gestão e suporte da rede. Essa etapa é muito importante para os dois lados – candidato e franqueadora.
  • Fechar o contrato: essa é a última etapa do processo seletivo, onde após análise minuciosa de ambas as partes é feito uma nova reunião para sanar todas as dúvidas, e em seguida o contrato é assinado para abertura da operação.

“A falta de um capital, e principalmente o perfil para conduzir uma franquia são um dos fatores que mais leva o franqueado a fechar suas portas. Por isso, cada uma dessas etapas é importante, pois é o tempo do candidato conhecer a franquia, e a franqueadora analisar o perfil desse candidato. Também vale ressaltar que cada rede de franquia tem suas particularidades, já que não existe um perfil correto para empreender nesse setor, e sim um ideal para cada empresa”, finaliza Felipe Pirassolo Martinez, diretor executivo da Solário.