BLOG

História de internacionalização da Havaianas vira livro

Quem nunca usou uma sandália das Havaianas na vida? O calçado mais famoso do Brasil e que ganhou visibilidade internacional a partir dos anos 2000 pode, hoje, ser comprado em mais de 150 países. Mas como começou a história da internacionalização da Havaianas? Quem teve a ideia de transformar o “chinelo de dedo” num ícone brasileiro e exportá-lo como um objeto quase que cultural? Em “Havaianas: A internacionalização de um ícone brasileiro” (Lisbon International Press) descortinamos essas e várias outras curiosidades sobre a marca. A obra tem lançamento marcado para o dia 10 de agosto, às 18h00, na Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi em São Paulo.

internacionalização da Havaianas

Entre os anos de 2000 e 2010, as vendas das Havaianas deram um salto estratosférico: passaram de 9 para mais de 80 países e chegaram aos pés de milhões de pessoas em 5 continentes. O produto, inclusive, ganhou status de ‘top of mind,’ prestígio jamais alcançado por outra marca brasileira de qualquer segmento de mercado.

As Havaianas são um item usado por pessoas comuns e famosas, capaz de gerar interesse para a criação de parcerias com estilistas dos mais renomados. Elas são donas de substancial fatia do mercado e gozam de destaque na imprensa nacional e internacional, fatores que fazem o “Case Havaianas” ser amplamente estudado e debatido por especialistas de mercado. As sandálias são motivo de orgulho dos brasileiros quando vemos alguém de outro país calçando as “nossas sandálias”.

“Diferenciar as Havaianas de sandálias baratas produzidas na Asia, quando ainda não era conhecida no exterior foi um grande desafio. Mantivemos o foco na proposta de valor da marca que representávamos e, aos poucos, conseguimos transpor tais barreiras, firmando a marca de fato numa nova categoria”, explica Alexandre Utino, um dos coautores de “Havaianas: A internacionalização de um ícone brasileiro”.

Em seu plano de expansão, a Alpargatas (empresa criadora e dona da franquia Havaianas) montou um seleto time de profissionais para catapultar a marca do Brasil para o exterior. Alexandre Utino, Eduardo Bissoli, Renato Pinheiro e Sérgio Sanches foram contratados para trabalhar em um projeto de internacionalização da empresa a partir do ano 2000.

“Durante muitos anos, sempre surgiram dúvidas de pessoas próximas, de como as Havaianas conseguiram participar de eventos de repercussão mundial como o Oscar da academia de Hollywood ou dos desfiles de moda mais badalados de Nova Iorque. Nesta obra, explicamos os detalhes de como foi negociar e preparar a participação nestes eventos”, revela Eduardo Bissoli, executivo que trabalhou na Alpargatas e também é um dos autores desta obra.

Apesar do grande sucesso obtido pela marca, o livro não pode ser considerado um conto de fadas ou mesmo uma história sem percalços. “Havaianas: A internacionalização de um ícone brasileiro” convida o leitor a entender um pouco mais da história de uma marca que deixou de calçar apenas os pés de brasileiros para explorar o mundo, adaptando-se para atender as necessidades de cada mercado que escolhia desbravar.


livro sobre internacionalização da Havaianas

Livro: Havaianas – A internacionalização de um ícone brasileiro

Lançamento: 10 de agosto, às 18h00, na Livraria da Vila do Shopping JK Iguatemi (Av. Juscelino Kubitschek, 2041 – Itaim Bibi)

Autores: Alexandre Utino, Eduardo Bissoli, Renato Pinheiro e Sérgio Sanches

Editora: Lisbon International Press

Páginas: 370

Preço: R$ 57,90