BLOG
começar um negócio

Como começar um negócio do 0: saiba como empreender e lucrar em 2024

Saiba agora como começar um negócio. Antes de mais nada, se você deseja dar esse importante passo é importante compreender o como começar um negócio, sendo assim, comece as anotações, pois preparamos um texto fácil para você dar o ponta pé no seu desejo de empreender.

Primeiramente você sabia em 2020 houve o maior número de pessoas que começaram a empreender, entenda.

A principio, é preciso entender que os desejos que levam a alguém iniciar um negócio próprio são inúmeros. Podem ir desde a complementação renda (que foi inevitável, com saída para a crise dos últimos anos), ou para realizar o sonho de ser o próprio patrão.

O fato, é que procurar como começar um negócio, pode envolver diversos fatores, por isso, avalie seus motivos e inicie.

Em segundo lugar saiba que o Brasil se transformou nos últimos anos, e o perfil do trabalhador também, ou seja, trabalhar se tonou um lugar de satisfação para além da renda.

Não podemos deixar a crise dos últimos anos que que afetou os trabalhadores de carteira assinada, colocando no mercado de trabalho pessoas que, a partir dessa mudança brusca, decidiram começar um negócio, e para tanto associaram as necessidades ao desejo da realização pessoa através do trabalho.

Enfim, se você se identifica com esses motivos, ou se outras são suas vontades, não importa. O fato é que o desejo do próprio negócio cresce cada vez mais entre os brasileiros e viemos dizer que o mercado é promissor.

Afinal é nesse momento, que a busca por boas oportunidades de negócio esquentam o mercado, e ótimas chances de investimento e empreendedorismo surgem, tornando assim o tão almejado sucesso pessoal e profissional muito mais próximos do que podemos imaginar.

Sobretudo, quando se procura sobre como começar um negócio, muitas informações surgem e um mercado cheio de vantagens e oportunidades desponta.

Porém, muitas são as dúvidas e as inseguranças principalmente sobre o quando, como e onde investir, e isso muitas vezes nos afastam do tão sonhado negócio próprio.

Nesse sentido, começar um negócio, pode parecer complicado e por isso podemos distanciar nos distanciar desse desejo, mas você vai perceber pode ser muito menos complicado do que imagina, entenda.

Descubra como iniciar o seu negócio

Antes de mais é preciso compreender que alguns novos negócios se iniciam sem ter uma boa definição e por isso acabam fechando as portas por falta de atenção a todos esses processos essenciais.

Desse modo, separamos aqui alguns tópicos importantes pra você iniciar a sua busca e entender seu perfil de empreendedor.

– Encontre seu segmento

Antes de mais nada, compreenda suas vontades e veja se elas estão lado a lado de seus conhecimentos. Começar um negócio em algo no qual você não tem conhecimento algum, pode gerar dificuldades e fazer com que você se desespere diante de um desafio e assim acabe se perdendo no negócio.

Para isso, dê bastante atenção aos seus conhecimentos e faça boas escolhas levando-os em consideração.


começar um negócio

– Pesquise o mercado

Em primeiro lugar saiba que seu resultado vai depender totalmente dos seus clientes. A pesquisa de mercado é exatamente pra isso, conhecer seu cliente.

Escreva seu plano de negócios e inicie definindo o público.

Antes de tudo estude os hábitos, as vontades desse público assim você vai saber a melhor forma de se comunicar com seu público e quais estratégias de marketing serão as melhores.

Assim, será mais fácil estabelecer quais os melhores serviços.

Lembre-se, uma boa pesquisa de mercado identifica boas oportunidades de negócio.

– Estude

Estudar é primordial para quem quer começar um negócio.

Em primeiro lugar, conduzir o próprio negócio ainda que de pequeno, requer uma série de atenções administrativas, de marketing e tec.

Ou seja, além de saber sobre sua área de atuação, é preciso desenvolver habilidades de administração de empresas para acompanhar o dia a dia do negócio e experiência financeira.

Por isso, estude sempre quer possível.

Assim sendo, procure se aperfeiçoar, atualizar suas práticas, expandir seus conhecimentos, conhecer sobre gestão, afinal empreender requer um tanto de disciplina também.

– Se organize

Em primeiro lugar, em seu plano de negócio você já deve contar o seu planejamento financeiro, tenha em mente que no fluxo de caixa haverá o registro de prestação de contas e, e quando iniciar o negócio esse fluxo será constante.

Ou seja, ali vai estar todos registros de todas as entradas e é por ele que você vai avaliar as entradas, saídas e saúde financeira do seu negócio.

Contudo, não envolva suas contas pessoais com as do seu empreendimento. Assim, além de evitar confusões você também evitará confusões judiciais.

E acima de tudo, se deseja empreender esteja atento a parte burocrática:

Antes de mais nada, pense sempre em torna seu negócio formal, dentro do que pede a lei.

Sabemos que quando falamos de como começar um negócio isso parece óbvio, porém, ainda existem muitos empreendedores com receio da burocracia e para não ter gastos, preferem manter um negócio informal.  

Contudo, se engana quem acha que irá ter muitos gastos com isso.

Além de tudo, o processo de formalização, feito corretamente desde o início evita problemas fiscais futuros e também pode te dar benefícios ao formalizar seu CNPJ.

Pense que hoje há muitas formas de se formalizar e a MEI por exemplo, é um facilitador nesse processo, entre outros.

Por fim, você pode procurar um contador para auxiliar nesse processo de estruturação, o mais importante é você se sentir confortável no processo. Evite sobrecargas desnecessárias, os processos levam tempo, que não é muito extenso mas você pode ficar ansiosa na espera das respostas. Sendo assim, aproveite para aprimorar na área que está investindo.

E acima de tudo saiba que um bom negócio é aquele que nos faz enxergar possibilidades para investir tempo e recursos materiais, financeiros e humanos dentro de uma boa realidade de mercado, projetando possibilidades futuras e inovando para se tornar um negócio de sucesso.

Agora que você sabe sobre como se estruturar para começar um negócio, conheça então os modelos de negócios que estão em alta para os próximos anos.

Mas afinal, o que você precisa saber para começar um negócio?

Em primeiro lugar, aprenda a avaliar uma boa oportunidade de negócio.

Afinal, quando a gente quer saber o como começar um negócio nos deparamos com a perspectiva de algo oportuno que pode acontecer num momento favorável e que pode também pode ser algo inesperado no qual se acredito e por isso investir.

Dessa forma podemos dizer que começar um negócio tem haver com um momento ou uma oportunidade de iniciar uma ideia de negócio, que pode ser entrar em um novo campo de trabalho ou lançar um produto no mercado.

Sendo assim, podemos afirmar então que para começar um negócio é necessário estar a atendo às oportunidades e identificar o mercado, que pode por exemplo estar insatisfeito com algo ou necessitando de uma determinada uma demanda e é aí que você encontrará um nicho para investir. Não esquecendo de levar seus conhecimentos em conta.

Ou seja, você deve estar atento a situação que pode provocar a criação um novo projeto que pode ser um produto, serviço ou ainda uma nova empresa.

Por exemplo, pense que você mora em uma região muito quente e na sua região, não há uma sorveteria especializada em sobremesas geladas variadas. Portanto há uma demanda para esse negócio, já que o local é quente, a necessidade de consumo de alimento que refresquem é grande fazendo com que a demanda seja alta.

começar um negócio

Com todas essas informações você pode se perguntar: é possível começar um negócio em casa?

Em primeiro lugar, é um fato que o mundo mudou.

Podemos pensar que mudou mais ainda nos dois últimos anos, devido a pandemia causada pelo Corona Vírus portanto essas mudanças se tornaram ainda mais claras e impactantes.

Diante disso, quem nunca se fez essa pergunta: como começar um negócio em casa? Seja qual o motivo renda extra, qualidade de vida, transição de emprego, realização de sonhos, saúde mental entre muitos outros, em algum momento durante esse período em algum momento você se fez essa pergunta.

Assim sendo, o fato é que no processo dos últimos anos muitas empresas começaram e continuaram o sistema home office, muitos negócios surgiram e muitas as marcas não ficaram de fora dessa tendência que cresce cada vez mais.

Primeiramente você deve pensar que seja pela busca a qualidade de vida ou pelas transformações em seu mercado de trabalho ou ainda renda extra, muitas pessoas buscam ganhar dinheiro com o home office. Mais você sabe quais são os conceitos e as reais vantagens de começar um negócio em casa? Nós contamos pra você.

Antes de mais nada, no último ano, empresas de diversos setores sendo elas grandes, micro ou macro empresas, precisaram se reinventar para enfrentar as mudanças que surgiram pelo cenário da pandemia. Sendo assim, essas mudanças foram sentidas, sobretudo, na forma como as pessoas colaboram, já que interações até então presenciais passaram a ser feitas de forma remota ou híbrida. Contudo muitos empregos também foram perdidos e muitas pessoas tiveram a necessidade de se reinventar.

Agora, o isolamento social e a necessidade de ficar em casa também aproximaram as pessoas de seus lares, com os familiares e com as pessoas que estavam a nossa volta.

Desse modo, o ato de trabalhar apenas para ganhar dinheiro, que já vinha sendo questionado há um tempo, ganhou uma lupa já que com as incertezas devido à pandemia traziam reflexões sobre tempo, saúde mental e qualidade de vida.

Por fim, a possibilidade de trabalhar em casa, com aquilo que se gosta e transformar a renda se expandiu no mercado. Home officce e trabalho remoto, são palavras que começara a fazer parte da nossa rotina e muitas dúvidas e inseguranças sobre organização, tempo e dinheiro se juntaram a esse pacote.

Porém esse formato também se revela como uma tendência no mercado, portanto saber o como começar um negócio em casa pode ser uma boa oportunidade, já pensou nisso?

Então, entenda como começar um negócio em casa se esse for o seu interesse

À princípio, você precisa compreender as formas de ganhar dinheiro em casa e como elas podem se diferenciar no conceito e na forma.

Entenda portanto, a diferenciar as formas para começar a investir seu dinheiro de forma segura e aumentar sua renda:

– Home Office: é o que você faz quando trabalha em um escritório, secretaria, departamento, mas fica em casa. Antes da pandemia, o home office era feito em casos especiais. Consiste em levar equipamento de trabalho pra casa, lap tops e documentos em geral e você ainda tem a estrutura seu escritório, e os processos são adequados para que tudo funcione como se estivesse no prédio. Você pode voltar ao prédio sempre que necessário.

– Trabalho Remoto: o trabalho remoto é quando você está fora do escritório da sua empresa o tempo todo, seja trabalhando em casa ou em um espaço compartilhado, isso requer um conjunto diferente de habilidades e recursos, disciplina e alta capacidade de gerenciamento de tempo, comunicação proativa e foco absoluto sobre o que está acontecendo com os membros da equipe, já que não há tempo presencial com eles.

– Trabalho híbrido: o trabalho híbrido é um modelo de trabalho que mistura as atividades dos colaboradores realizadas presenciais e também à distância, principalmente em home office (serviços realizados em de casa. O trabalho híbrido sempre existiu, especialmente para as empresas que não necessitam que os colaboradores façam seus trabalhos presenciais. Apesar disso, somente de uns tempos para cá começou a se a ampliar o número de empreendimentos com esse modelo de trabalho. Um destaque para a pandemia do Coronavírus, com início em 2020, que potencializou ainda mais o trabalho remoto, como única alternativa para continuar os trabalhos.

Enfim, sabemos que esses são formatos que eram pouco falados antes do momento da pandemia mas que já existiam e que agora se tornaram tendência e modelo de futuro para o trabalho.            

Agora, em casa ou não, agora que você já tem ideias de como começar um negócio, identificar oportunidades e o formato de empreendimento, conheça quais tipos de negócio estão em alta.

Mas então, quais negócios são mais rentáveis

Desde já, precisamos estar cientes de que o mundo está em constante evolução e que com o mercado e os negócios não é diferente.

Muito além das tendências rápidas, as chamadas ‘’modinhas’’, começar um negócio estar acompanhando suas necessidades e vantagens, afinal apesar do trabalho também ser sinônimo de bem estar, ele tem que gerar lucros para que seja um sucesso completo.

Por isso preparamos pra você uma lista de boas ideias de como começar um negócio para você iniciar agora.

Franquias: um dos primeiros atrativos de investir em uma rede que trabalha com modelos de franquias mais enxutos, como é o caso das microfranqujias é a questão inovadora. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF) entre 2014 e 2016, nove a cada dez redes de franquias no Brasil afirmam ter desenvolvido novos produtos, serviços ou formatos de operação. Assim como os formatos tradicionais, a franquias são testadas e têm suas operações solidificadas antes de serem oferecidas aos franqueados. Com essa consistência estabelecida, além da motivação e dedicação do franqueado, é possível faturar, em média, cerca de R$ 15 mil* mensais com uma microfranquia.

Microfranquias: sabia que é possível ter uma microfranquia dentro da sua própria casa? As microfranquias são como as franquias comuns – a diferença é que elas têm um custo mais baixo: o investimento inicial total é de, no máximo, R$ 105 mil.

Empresa de Desenvolvimento de Sites: desenvolvimento de sites é outro serviço que está com as demandas em alta. Com a maioria das empresas indo para o meio digital, ter um site incrível e que se destaca se tornou mais do que uma recomendação: virou uma regra. Se você quer começar uma pequena empresa de desenvolvimento de sites, é essencial se tornar proficiente nas linguagens de programação primárias usadas para web design.

Elas incluem HTML, JavaScript, PHP e mais. Para iniciantes, procure sites como BitDegree para começar a aprender. Adicionalmente, se familiarize com desenvolvimento para dispositivos móveis e design de UX para fazer com que o seu site de torne mais atraente para clientes em potencial. Como usuários mobile são responsáveis por mais da metade do tráfego da internet, um site responsivo se tornou algo necessário. Para começar, crie um portfólio atraente para exibir os seus melhores projetos. Você pode criar sites do zero ou melhorar páginas que já existem.

Designer Gráfico Freelancer: se você gosta de design gráfico, pode ser uma boa ideia transformar seus talentos num trabalho de tempo integral. Você vai ser responsável pela parte visual dos projetos dos seus clientes, como logos, mockups, conteúdo para redes sociais, e mais. Alguns designers gráficos também vendem produtos impressos e mercadorias. Usar as ferramentas certas é vital para o seu sucesso.

No mínimo, você precisa ter um computador poderoso o suficiente, uma mesa digitalizadora e uma caneta digital. Gastar bons milhares de reais num MacBook Pro não é a maneira de se começar com o melhor custo/benefício.

Várias máquinas com Windows estão disponíveis por um preço menor, e você realmente não perde muita coisa sem a tela de Retina. Não se esqueça de se familiarizar com programas como Adobe Photoshop e Illustrator. Além disso, é crucial ter boas habilidades de comunicação para que você possa converter as visões dos seus clientes em realidade.

Tradutor: para pessoas que falam e escrevem em múltiplos idiomas, oferecer serviços de tradução é uma excelente ideia de negócio. Usando as habilidades que você já possui, é possível traduzir diferentes tipos de conteúdo – incluindo legendas, textos para web, livros e mais. Não tem experiência profissional? Participe de aulas de tradução online e crie seus próprios projetos como um teste. Assim que tiver mais confiança, comece a trabalhar nisso como um projeto paralelo. Plataformas como ProZ e Translated são bem conhecidas entre freelancers dessa área.

– Clubes de assinatura: é um modelo de negócio que consiste na venda de produtos ou serviços exclusivos e com entrega periódica.

Logo de cara, já dá para notar que esse formato é uma ótima saída para manter um nível constante de vendas dentro de um e-commerce.

Clubes de assinatura são uma forma de venda muito popular nos Estados Unidos e que, nos últimos anos, vem ganhando força no Brasil. Esse foi um negócio em alta em 2021 que tem tudo para começar a ser explorado também por pequenos e microempreendedores em 2022. 

Em uma das modalidades de assinatura, é possível receber brownies de diferentes sabores todo final de semana na porta de casa. O formato mais usado nesse sistema é o plano mensal, mas não existe uma regra definida. Inclusive, é recomendado oferecer mais opções aos clientes, como planos trimestrais ou semestrais. Você pode obter bons negócios algumas ideias como clubes de assinaturas de livros, vinhos, produtos de beleza, alimentos, produtos para pets, etc.

Bolos Caseiros: é um segmento que vem crescendo, principalmente em bairros com grande concentração de pessoas. Os bolos podem ser oferecidos para aniversários ou mesmo festas típicas e eventuais dos moradores ao redor da sua residência. Se você oferecer serviços de entrega, as chances de sucesso serão ainda maiores, principalmente se atuar também aos fins de semana, inclusive domingos.

Aulas particulares: você é tem conhecimento em alguma matéria escolar, instrumentos musicais ou línguas estrangeiras? Caso positivo você pode aproveitar esses conhecimentos e se especializar em como ministrar aulas particulares, sejam para reforço para adolescentes ou mesmo aulas para profissionalizar o aluno seja em matemática financeira, Excel avançado, Inglês ou Violão. Enfim, existe uma infinidade de matérias que podem ser aplicadas como aulas particulares. Planeje essa ideia de negócio e divulgue nas redes sociais, uma placa na frente de casa, e bons negócios.

Desenvolvimento e Venda de Apps para Dispositivos Móveis: se você tem uma ideia que pode resolver os problemas das pessoas, considere torná-la num aplicativo para dispositivos móveis. Pense em criar algo inovador, como o NeuralCam Live. Esse aplicativo de câmera pode esconder o seu fundo e ajustar as configurações de vídeo durante uma chamada. Criar um app exige experiência de desenvolvimento. Se você é totalmente iniciante, plataformas como Udemy e Codecademy oferecem muitos cursos de aplicativos mobile.

Apesar disso exigir mais tempo e dinheiro da sua parte, é uma opção que vai lhe permitir criar um app mais complexo. Ou você pode usar um software como o AppyPie. Ele tem tudo pronto para você, então não é necessário ter o conhecimento técnico para começar a desenvolver seu app para dispositivos móveis. Contudo, ter algum conhecimento de interface de usuário e uma experiência nessa área pode garantir que o aplicativo tem navegação facilitada. Você pode fazer o aplicativo ser pago ou gratuito para download.

Publicidade Online: conforme publicidade digital está se tornando uma prática padrão, muitos donos de pequenos negócios estão precisando de um especialista nesse campo. Você pode se aproveitar dessa oportunidade para começar uma carreira freelancer como especialista na área, também conhecido como analista de PPC.

Essa é uma daquelas ideias de pequenos negócios perfeita para aqueles com experiência em marketing digital. Se você não tem essa expertise, existem muitos recursos online disponíveis para você começar a estudar, como o Google Digital Garage.

O trabalho envolve ajudar as pessoas a atingirem os seus objetivos de propaganda através de várias plataformas, como Google, Facebook e Pinterest. Você vai criar estratégia baseadas na empresa e nos produtos delas, com o objetivo de que a publicidade atinja o público-alvo. Portanto, você precisa ter mais a oferecer do que apenas habilidades de contratação de PPC. Você também tem que se familiarizar com gestão de projetos, análise de dados, sistema de KPIs e mais.

Beleza a Domicílio: ideia de negócio muito boa para quem ama atuar com maquiagem, cabelo e sobrancelhas. Se já tem experiência nesse segmento, pode iniciar o projeto sem necessariamente ter um salão de beleza, basta fazer agendamentos com as clientes na própria casa e você como profissional “levará o salão até a casa da cliente”. Atualmente, com a “falta de tempo” das pessoas é possível que consiga fazer muitos agendamentos de forma prática e rápida.

Marmitas e doces: aproveite seu talento para transformar em negócio rentável. Use toda sua experiência em oferecer um produto de primeira, do qual os clientes se apaixonem pelo tempero e assim possam indicar para outras pessoas para aumentar sua carteira de clientes. Utilize toda estrutura da sua própria casa e determine um raio de alcance para suas entregas com o tempo, será necessário inclusive contratar um motoboy para fazer suas entregas.

Alimentos Congelados: essa ideia de negócio pode ajudar no cotidiano de milhares de pessoas que precisam de mais tempo para seguir com seus afazeres. Atuando com um comércio de alimentos congelados, saborosos, bem como saudáveis, é possível que atraia um grande e fiel público ao estabelecimento. Neste ponto, o gostinho de “comida caseira” pode ser o diferencial para o projeto deslanchar. Quanto mais o cliente lembrar gostar do tempero, então mais certo de que será fiel a você.

Delivery: com um delivery você pode aumentar o seu raio de atuação, aumentando o volume de clientes e consequentemente a receita mensal. Atualmente existem Delivery para diversos nichos de alimento, como a Dogueria Perdizes que além do bom e velho “hot dog”, também investe em hot dogs personalizados, doces e ingredientes inusitados. Eles oferecem muito mais que comida, oferecem uma experiência de sabores, que é o que os clientes buscam. Além do modelo delivery, os franqueados também têm a opção de abrir uma loja de rua. O faturamento anual pode chegar a R$ 1 milhão e com o suporte da franqueadora não fica difícil começar o seu negócio do 0.

Saiba mais sobre a Franquia Dogueria Perdizes e dê o primeiro passo rumo ao empreendedorismo:

Restaurantes com especialidades: atualmente existem milhares de opções de restaurantes, basta dar uma volta no centro da cidade que mora, ou mesmo passear em ruas movimentadas do seu bairro. Dessa forma, um restaurante especializado em determinado tipo de alimentação pode ser uma saída para você que deseja ter um restaurante. Em linhas gerais, com serviços de primeira, você já pode garantir a longevidade do seu projeto.

A segmentação de nicho pode ser um diferencial para eu negócio, onde os clientes que gostam deste segmento terão seu restaurante como opção principal. Antes de seguir com sua ideia de negócio, faça uma pesquisa na região onde vai abrir o projeto e busque entender o volume de demanda de clientes para o nicho de restaurante que deseja abrir. Contudo, vale lembrar: ofereça serviços e comida de primeira.  

Pet Shop e cuidados com Pet:  os Pets Shop vêm sendo referência em cidades de grande porte como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, todavia é um negócio que também pode ser levado para cidades pequenas, entretanto em “moldes menores”. Caso siga com essa ideia, procure oferecer, além de produtos, também serviços como cuidados com os Pets, hotel para pets, veterinária, banho e tosa.

Pousada ou hostel: a pausada ou hostel se encaixa em cidades de pequeno porte que sejam turísticas. Cidades de litoral ou interior, contudo que tenham relevância para o turismo. Caso positivo, o ponto de instalação de ver ser o mais próximo possível do local do turismo, seja uma praia, uma cachoeira, lagoa, serra, etc. Procure oferecer serviços essenciais como café da manhã e jantar, indicando para os visitantes fazer o almoço nos restaurantes da cidade, assim eles podem visitar os locais e você evita onerar os serviços da pousada com refeições. Caso a pousada tenha uma estrutura maior, vale pensar num restaurante terceirizado, onde o responsável pelo restaurante custeia o aluguel para atuar no espaço.

Marketing de Afiliados: o marketing de afiliados é uma oportunidade de negócio para os próprios infoprodutores e também para todo usuário assíduo da internet que deseja obter uma renda a mais. O trabalho consiste em divulgar infoprodutos em variadas plataformas online, recebendo uma comissão a cada venda que parte do seu link. Dessa forma, você pode abrir uma empresa e trabalhar apenas na divulgação de cursos, livros e outros materiais digitais. Para saber como abrir uma empresa de prestação de serviços, temos mais dicas aqui.

Dropshipping: quer vender online sem ter que criar os seus próprios produtos? Então dropshipping pode ser a melhor das ideias de pequenos negócios para você.

Esse modelo de negócio de e-commerce requer que você trabalhe com fornecedores em atacado. Depois de estabelecer uma parceria, você pode pedir para ter os itens dessa empresa com a marca do seu negócio – o que é conhecido como White Label.

Quando alguém faz um pedido, você vai notificar os fornecedores para enviar o produto para o cliente.Em suma, você só precisa se preocupar com encontrar clientes, enquanto os fornecedores vão lidar com a produção, o inventário e o envio. É por isso que o dropshipping requer um investimento inicial mínimo, entre US$ 150 US$ 350.

Se você tem interesse em começar um negócio de dropshipping, será necessário trabalhar em conjunto com fornecedores em atacado, como Spocket e AliDropship. Eles vão fornecer os produtos que ficarão em destaque no seu site. Também existem serviços como Printify, que é uma empresa de dropshipping para camisetas, jaquetas, canecas e mais. Você pode criar designs customizados e a companhia vai tomar conta da impressão e do envio. Na hora de decidir qual tipo de itens vender, garanta que você vai se manter no seu nicho. Isso vai ajudar você a estabelecer a sua marca e fazer com que se destaque contra os seus concorrentes.

Redes Sociais para Pequenos Negócios: muitos pequenos negócios trabalham com pequenas equipes e precisam contratar freelancers para gerenciar certas tarefas – incluindo marketing em redes sociais. Aqui é que você entra como gerente de redes sociais. Você vai criar estratégias de conteúdo para gerenciar os seus produtos, direcionar tráfego para o site deles e converter visitantes em clientes. Para fazer o seu trabalho com sucesso, é importante ter boas habilidades de comunicação. Neste caso, você tem que ser capaz de entender os objetivos de marketing do cliente e usar a voz da marca dele. Lidar com perguntas feitas pelos consumidores através de redes sociais também pode ser parte das suas tarefas diárias.

Podcast: podcasts se tornaram uma mídia de entretenimento popular ao redor do mundo. Com o crescimento do público e das oportunidades de monetização, mais pessoas estão criando podcasts como iniciativas de meio período. Não existe necessidade de ter qualquer experiência técnica para virar podcaster. Se você tem excelentes habilidades interpessoais e uma voz carismática, você está no caminho certo. Como o mercado de podcast está ficando saturado, tente criar um programa único.

Considere escolher um nicho que tem menos competição ou criar um conceito que nunca antes foi feito. Acima disso, garanta que você vai investir em equipamento de áudio de alta qualidade e num software de edição para garantir uma boa experiência para os ouvintes. Poste o seu podcast no seu site para fazer com que ele esteja disponível de maneira pública. Então o distribua no Spotify, na plataforma da Apple e na da Google. A maioria dos podcasters costuma gerar renda através do marketing de afiliados, eventos de streaming ao vivo e plataformas de financiamento coletivo como o Patreon. Uma vez que você tiver um grande público, considere se juntar a redes de propaganda como o AdvertiseCast.

Ghostwriting: ghostwriting é uma daquelas ótimas ideias de pequenos negócios para quem ama escrever mas não quer passar tempo conceituando as suas próprias ideias. Você vai criar conteúdo usando o nome de outra pessoa e desenvolver a ideia dela até se tornar um conteúdo completo. A maioria dos ghostwriters costumam trabalhar com escrita de livros, mas alguns também fazem trabalhos mais curtos como artigos de blogs. Em muitos casos, você vai entrevistar a pessoa e pesquisar sobre o tópico em questão. Isso é feito para que você possa incorporar a voz daquela pessoa e contar a história através da sua escrita.

Se isso parece uma tarefa difícil, pode ser uma boa ideia fazer o curso de ghostwriting online da Roz Morriz para se preparar. Para anunciar os seus serviços, um requisito obrigatório é ter um portfólio online excepcional dos seus projetos passados. Envie-o para clientes em potencial na plataforma e coloque um link para ele em quadros de emprego como o Reedsy. Em média, ghostwriters na plataforma conseguem ganhar cerca de US$ 0,35 por palavra. Contudo, o valor depende do tamanho e da qualidade do projeto.

Boas ideias para de começar um negócio, não é mesmo?

Antes de tudo, é vale a pena lembrar que dúvidas e receios serão inevitáveis. Não existe uma fórmula pronta para o sucesso e sabemos que sempre há muito em jogo quando o assunto é começar um negócio.

Contudo devemos compreender que os valores para começar um negócio são muito importantes, mas acima de tudo investir é dedicar tempo. Da mesma forma que estudo de segmento de mercado, possibilidades de investimento, formatos, etc., são pontos que também fazem parte dessa grande aventura que é empreender e para que se atinja o sucesso de um bom negócio.

E com tudo isso, é primordial organizar sua linha de pensamentos e suas ações.

Você sabia que, segundo pesquisadores da área da cognição, criatividade é questão de método e organização?

Então, pensando nisso, tome nota:

  •  Liste todas as perguntas que podem te ajudar a encontrar um bom negócio. Nunca haja por impulso. Imagine, por exemplo, problemas do dia a dia e pesquise por possíveis soluções.
  • Tenha sempre em mente aquilo em que você é competente, além de deixar a sua mente livre para permitir que você crie coisas novas e se torne um especialista, por exemplo, se já possui conhecimento em cozinha, leia, encontre empresas de sucesso na área, conheça outros empresários do segmento, pense no seu segmento: doces, salgados, comidas de festa, estc.
  • Se auto avaliar e investir em sua expertise é um caminho de sucesso para bons negócios.
  • Se rodeie de pessoas que possam te auxiliar, ou quem saber se tornar sócio, lembre-se do ditado: uma cabeça pensa melhor que duas.

E por fim, papel e caneta não mão, preparamos um check list para te auxiliar

1 Faça seu planejamento

Em primeiro lugar escolhas as ferramentas com as quais prefere trabalhar, como planilhas, bloco de notas e o famoso caderninho está sempre valendo. Nesse começo é necessário deixar a emoção de lado e investir em um processo realista e racional de avaliação, na busca de informações estruturadas para realizar o investimento. Estamos passando por um período de instabilidade econômica é comum ter dúvidas sobre em que investir. Neste caso, o aconselhável é elaborar um modelo de negócio, que não inclui ainda aspectos técnicos como legislação, custos e despesas, mas pode auxiliar na estruturação de um novo negócio e testar a ideia, ou também pensar em um modelo de negócio já existente, como é o caso das franquias. 

Após este teste, o empreendedor pode utilizar um instrumento simplificado, de planejamento detalhado, chamado plano de negócios, que auxilia passo a passo na construção do empreendimento, considerando os pontos essenciais que devem ser observados e registrados em finanças, marketing, pessoas, mercado, entre outros para que bons negócios sejam feitos.

2 Faça um plano de negócios:

Um plano de negócio é o ponto mais importante no processo de empreender, especialmente para iniciantes ou para quem está comprando uma empresa já em operação, por exemplo.

Esse plano de negócio te ajuda a definir os objetivos, o capital de abertura, além de fazer a análise do mercado e concorrência, e a análise de tudo que a empresa irá oferecer. Ou seja, trata dos principais pontos para que uma ideia funcione e faça sucesso. Inclua uma pesquisa de mercado que é essencial para uma empresa. Saber quem são seus concorrentes e fornecedores, as tendências e novos nichos de clientes são fatores muito importantes antes de colocar um novo produto ou serviços no mercado e investir recursos. Dentro do plano de negócios inclua o plano de investimentos que inclui a previsão de faturamento, cálculo dos custos fixos e variáveis e a previsão de resultados (lucros e prejuízos) para garantir reservas financeiras, evitar grandes dívidas e conseguir equilíbrio nos dois primeiros anos de mercado, período em que a mortalidade das micro e pequenas empresas são maiores.

3 Analise o mercado

Importante ponto a ser analisado. Veja se existe público e oportunidades de crescimento. Alguns negócios podem parecer interessantes, mas não ter perspectiva de ampliar a médio e longo prazo. Não cometa o erro de investir pensando em apenas lucrar a curto prazo. Você pode até seguir todas as dicas que demos até aqui e criar o melhor plano de negócios, mas a verdade é que se o mercado não aprovar a sua ideia, ela estará fadada ao fracasso. Bons negócios surgem com boas avaliações de mercado. Podemos dizer que não estudar o mercado em que se pretende empreender é o maior erro de um empreendedor é um dos principais motivos que levam as empresas à falência. Então você já sabe: antes de tirar sua ideia do papel, entenda se ela é realmente útil para aquele público que você está se direcionando e o mais importante leve em conta seus conhecimentos, investir num mercado em que não se tem conhecimento é arriscado.

4 Escolha os produtos ou serviços que irá oferecer

Essa categoria é o primeiro item do seu plano de negócios mas você já pensou na importância dele? É aqui que você vai definir seu material de trabalho. Essa é a peça essencial para obter sucesso e conceber um bom negócio.  Para garantir a vida longa de seu investimento tenha sempre em mente que seus conhecimentos são a parte fundamental. Apostar em algo no qual você nada conhece pode ser muito arriscado, afinal você vai precisar estudar muito além para adquirir conhecimento capaz de lhe proporcionar agilidade na resolução de problemas por exemplo. Por isso alinhe seus desejos aos seus conhecimentos. Por exemplo, se você já possui noções de gestão e gosta muito de alimentação saudável, pode tentar apostar nesse ramo, ou talvez você possui muito conhecimento na área de sustentabilidade e pode investir em um modelo de negócio pronto como uma franquia de aquecedores solares por exemplo. Reunindo esses dois fatores, você estará iniciando uma ótima jornada de bons investimentos. Lembre-se que um negócio exige tempo e dedicação e que estar diante de algo do qual gostamos e temos conhecimento facilita os avanços e nos deixa fortes para enfrentar os momentos mais complexos.

5 Se planeje financeiramente

Saber o quanto tem para investir é importante. Nunca utilize toda a sua renda no início. Tenha sempre uma reserva para caso de emergência ou o negócio não dê certo. Se descapitalizar no começo pode ser um grande risco. Tenha sempre em mente que o lucro não vem rápido e, portanto, é preciso estar sempre amparado. A experiência e o estudo são fatores que auxiliam na definição do foco do negócio e na sua expansão, crescimento e sucesso. Por isso, é necessário refletir sobre o perfil do empreendedor com sua capacidade de persistência e tenacidade para ir em frente sem desistir no primeiro obstáculo dos muitos que terá que enfrentar nesta jornada.

6 Esteja aberto a rever ideias

Sempre quando idealizamos algo, acabamos por nos apegar aos processos e muitos são os relatos de desistência, justamente por não conseguir se adequar ao que o mercado exige. Pense sempre que embora suas vontades pareçam uma boa ideia ela precisa de adequar as necessidades do mercado. Se lembre que o mercado está sempre evoluindo e muitas ideias que parecem boas hoje podem não ser tão boas amanhã. Por isso, é importante sempre acompanhar as novas tendências e estar aberto a novidades e mudanças, se preciso. Bons negócios devem possuir uma ótima base e uma capacidade ainda maior de se reinventar.